segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Fanatismo

Minh'alma, de sonhar-te, anda perdida
Meus olhos andam cegos de te ver!
Não és sequer razão do meu viver,
Pois que tu és já toda a minha vida!

Não vejo nada assim enlouquecida...
Passo no mundo, meu amor, a ler
No misterioso livro do teu ser
A mesma história tantas vezes lida!

"Tudo no mundo é frágil, tudo passa..."
Quando me dizem isto, toda a graça
Duma boca divina fala em mim!

E, olhos postos em ti, digo de rastros:
"Ah! Podem voar mundos, morrer astros,
Que tu és como Deus: Princípio do Fim!..."

16 comentários:

  1. Que poema lindo. Palavras profundas. Parabéns pela escolha.

    Palavras Rabiscadas
    http://mscamp.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  2. Linda a sua homenagem. Parabéns!!!

    Adorei o video.

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, meus queridos!

    Chegamos ao grande dia da Blogagem em homenagem a Florbela Espanca.

    Tanto ansiei por este dia, e eis que, por caprichos do acaso, desde sábado estou com problemas sérios de conexão, e hoje estou aqui graças ao PC de uma Lan House... Cheia de vontade de ler os seus posts, que tão carinhosamente estão sendo publicados, mas por hora impossibilitada... A presença do técnico está marcada para hoje às 16.00 h. Espero que tudo volte ao normal para que possa, além de me deliciar com as suas postagens, publicá-las no Interlúdio com Florbela, como uma pequena forma de agradecer pelo carinho de vocês... Conto com a compreensão de todos... Beijos!

    Flor ♥

    ResponderExcluir
  4. Lindo poema, linda canção, maravilhosa interpretação de Fagner.

    ResponderExcluir
  5. belíssima partilha...nesta homenagem merecidíssima da nossa poetiza...divina Frorbela Espanca.

    abraços

    Véu de Maya.

    ResponderExcluir
  6. Estou muito feliz de poder participar dessa iniciativa. Pouco conhecia de Florbela mas o pouco que conhecia me apaixonei, agora que muito conheço minha paixão maior ficou!
    Parabéns pela brilhante escolha!

    ResponderExcluir
  7. "Florbela é a flor maior da poesia romântica,
    é o sofrimento em versos de um soneto
    é o amanhecer mais belo de um encanto
    é aquela que se perdeu pra se encontrar."
    (Lustato)


    Escolhi também esse mesmo poema, lindo de viver!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Palavras Rabiscadas, Georgia, Flor, Sonhos & melodias, Véu de Maya, Rô, Du, hoje é aniversário de Guarulhos, minha cidade que faz 448 anos. Também é dia de Nossa Senhora Conceição, padroeira de Vila Viçosa, cidade natal de Florbela.
    "Meus olhos andam cegos de te ver!".
    Este verso traduz grande parte do poema. É um dos meus favoritos.

    Alcides

    ResponderExcluir
  9. Este é provavelmente um dos poemas mais bonitos de Florbela. O amor levado ao seu extremo. Haverá forma diferente de sentir verdadeiramente? O verdadeiro amor não conhece as meias tintas...
    Parabéns pela iniciativa!
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Acho que todos nós blogueiros saímos ganhando ontem com esta blogagem coletiva em homenagem à Florbela não é mesmo?
    Tudo ficou mais lindo e perfumado com o doce aroma dessa Flor...bela!
    Adorei também ter participado desta grande união.
    Um grande beijo e seu post ficou uma delícia de se ler, aliás como tudo aqui.
    Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  11. *****

    Vim conhecer seu espaço e deixar um abraço! Gostei muito!
    Linda homenagem à amada poetisa!
    Também participei com meus blogs. Ontem devido congestionamento não consegui visitar os blogs participantes da Blogagem Coletiva, que foi um sucesso!
    Tenha uma ótima semana!

    Sintonias do Coração

    ETERNOS SONHARES

    Coisas da Helô ©


    *****

    ResponderExcluir
  12. CRISTINA
    Seus textos também são lindos. parabéns!

    SERENA FLOR
    Muito obrigado e volte sempre que quiser!

    ETERNA APAIXONADA
    Realmente estava muito congestionado, mas valeu!

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde! Sigo visitando os blogs participantes da blogagem coletiva.

    Isto é o que eu chamo de uma corrente do bem! Como é que se poderia chamar uma iniciativa que enche de poesia a blogosfera? Aqui está uma excelente oportunidade para que todos conheçam um pouco mais sobre a genial Florbela Espanca.

    Eis um trecho de "Ser poeta", de Florbela:

    "Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
    Do que os homens! Morder como quem beija!
    É ser mendigo e dar como quem seja
    Rei do Reino de Aquém e de Além Dor!"

    Parabéns a todos que estão participando!

    Sensata Paranóia

    ResponderExcluir
  14. E como eu amo aescrita de Florbela!

    ResponderExcluir
  15. Nem deu para eu participar desse dia...vc sabe, mas essa homenagem seriu, não só para mostrar a beleza dessa poeta, mas todos verem o seu talento. Beijocas, meu querido poeta!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...