segunda-feira, 3 de agosto de 2009

O lado que ela não mostra

Ontem eu não dormi
Pra ver o lobo uivar pra lua
E o santo ciumento largar a espada
Pra provar que era valente.
Ontem eu só queria olhar
Ciclo vermelho a cirandar
Meia volta,
Lua inteira,
Eclipse lunar.
Depois vi o sol brincar com ela
Num riso de aurora que eu já conhecia.
Só então pude descansar
Com a certeza que até então não tinha:
Apesar do lobo, do santo e da espada
Naquela noite ela foi só minha.

18 comentários:

  1. Também nesta noite, ela foi só minha.
    Fui para a praia vê-la tão redonda tão linda, desenhando aquele seu próprio caminho prateado nas águas do mar.....LLINDO !!! ficar a observar...
    Beijinho prateado

    SOL

    ResponderExcluir
  2. Sol,

    Aqui da minha janela ainda posso vê-la, rainha absoluta do céu.

    Então se ela foi só minha e foi só tua, será eternamente nossa a lua.

    Um beijo!
    Alcides

    ResponderExcluir
  3. Olá querido Alcides!
    Ele pegou no violão
    Enquanto a lua namorava
    Sempre bela como sempre
    Vestindo vestido de renda
    Leque que no céu se espalhava
    Tocando uma melodia triste
    Das cordas do violão
    Lágrimas iam caindo no chão
    Ouvindo o lobo uivar
    E o santo a proteger a lua
    Mas o moreno sabia que ela
    Era naquela e em todas as noites
    Sua!

    Lindo, lindo como sempre meu querido Amigo

    Cada dia tua maneira de escrever demonstra bem um coração cheio de emoção

    Obrigado por mais um momento de prazer

    Em um poema maravilhoso
    Nao quero ver a lua hoje,ela me faz sonhar e nao quero sonhar esta noite:(
    Beijinhos mil

    Rachel

    ResponderExcluir
  4. Rachel,

    Que linda poesia carregas em tuas palavras!

    Eu é que agradeço tal emoção.

    Ainda posso ver a lua, está linda deixando a noite azulada.

    Se não queres sonhar, então durma em silêncio e que os anjos lhe tragam boas realidades.

    Um beijo!
    Alcides

    ResponderExcluir
  5. Só tua ... e de cada um de nós , quando o desejamos intensamente.

    ResponderExcluir
  6. Ah, lua que não me trazes mais sonhos, apenas noites negras.
    Sou eu o lobo a uivar chamando-a, que ao poeta incomodou.
    Lua, atende minhas preces, me traz de volta meus sonhos, traz contigo meu amor!

    ResponderExcluir
  7. Ah, lua que não me trazes mais sonhos, apenas noites negras.
    Sou eu o lobo a uivar chamando-a, que ao poeta incomodou.
    Lua, atende minhas preces, me traz de volta meus sonhos, traz contigo meu amor!

    ResponderExcluir
  8. Como alguém disse um dia "Você tem o destino da lua, que a todos encanta e não é de ninguèm".

    Bjo XL

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  10. Querido Alcides,

    "E esta noite eu fui
    A lua mais feliz
    Você esteve aqui
    E me fez sorrir
    E esta noite eu quero
    Que não acabe nunca mais
    Para eu te ter pra sempre
    Meu lindo rapaz."

    "Que essa lua se renda, a está e a todas as outras noites que viram"

    Faz tempo que não comentava aqui, mais esta noite, esta noite eu quiz vir!

    Obrigada por sempre me vizitar e deixar seu carinho em meu blog!

    Beijos!
    Glaucia.

    ResponderExcluir
  11. Não há noites de luar com na lua cheia de Agosto...

    ResponderExcluir
  12. Alcides,
    Minha Palavra Magica,

    Que maravilhoso é poder apresiar o seu lindo luar,como que a embaler nossas noites de pasmar.
    Foi e será sempre nossa.
    É linda,é magica, assim como seu lindo texto/poema de encantar.

    Bjinho meu amigo,cheio de luar

    ResponderExcluir
  13. Sim, Secreta, de cada um de nós.

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir
  14. Pensador,

    E ela tem o poder de realizar o seu desejo, pois ela entende muito bem as mulheres. Basta uma palavra dela e seu amor estará de volta.

    Um abraço!
    Alcides

    ResponderExcluir
  15. Cristina,

    Por vezes essa frase cai muito bem a algumas pessoas.

    Um beijo e continue encantando com seu Abrenuntio.

    Alcides

    ResponderExcluir
  16. Glaucia,

    As portas do Abismo Noturno estão sempre abertas para o seu vestido azul.

    Volte sempre que quiser!

    Um beijo!
    Alcides

    ResponderExcluir
  17. Benjamina,

    Quando o poeta se inspira e pira, toda noite vira lua.

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir
  18. Moonlight,

    Uma lua prateada, uma lua discreta vestida de azul, e o brilho com que tu vens me visitar deixam o Abismo Noturno assim: NO MUNDO DA LUA.

    Um beijo!
    Alcides

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...