domingo, 4 de julho de 2010

Poema lascivo

Eu tenho o olhar penetrante,
Palavras cortantes,
Mas nunca te firo.
No oposto da lua minguante,
Na luz fascinante,
Eu sempre me inspiro.
Nas quatro paredes do quarto
Consigo mudar tua geometria.
Invento um novo compasso
Te abraço a cintura e já ouço um suspiro.
Com lábios famintos e atentos
Tu és o meu templo e eu , teu retiro.
Nas noites de inverno me aqueço,
Do frio me esqueço e inteiro transpiro.
Meu corpo procura teus olhos,
Te beijo o pescoço e de costas te viro.
Com minhas palavras cortantes
Falando ao ouvido
Eu rasgo o verbo e teu corpo vampiro.

14 comentários:

  1. Querido Alcides,

    Se te encostas,eu me enrosco
    Se me abres,eu te aperto
    Deixo me levar pelo caminho das ondas
    Em mansas,sonolentas palavras de encanto
    Em teus olhos vejo as reticências
    Das palavras que usas como beijos
    Dos teus dedos vejo as exclamações silenciosa
    Que em meu corpo despertam
    tuas frases
    Tua língua São vírgulas gigantes
    Que abrem caminho pra mais um desejo
    Gosto deste toque na noite fria
    Das tuas prosas e dos teus versos
    Gosto das letras que escreves por magia
    Das tuas surpresas que me afeiçoei ao ritmo das tuas palavras
    Dos teus poemas e das tuas entre ''aspas''
    Mergulho nelas e enlouqueço em seiva quente
    Onde naufrago e me deleito
    Em teu grito de poesia tão enlouquente

    Mil beijos de Wicca

    ResponderExcluir
  2. "Palavras cortantes,
    Mas nunca te firo"
    Só por essa delicadeza, tudo já vale a pena! beijo

    ResponderExcluir
  3. Alcides,

    Adorei...um poema escrito com paixão, emoção e que nos transmite um momento único, que é o amor, quando chega e transforma tudo em um momento mágico!

    Grande beijo e ótima semana!!

    Reggina Moon

    ResponderExcluir
  4. Meu querido amigo
    Quanto amor e sensualidade neste belo poema...sabor a tango.
    Adorei

    beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  5. Olá

    Voltei e pretendo ser constante nas visitas.
    ..."Tu és o meu templo e eu, teu retiro..."
    Assim deveria ser sempre, claro que també desejamos retiro e com certeza vocês são nosso templo

    Amei

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Wicca,

    Bom saber que as coisas acontecem
    Uma noite, outra e outra mais
    E que esse nosso lascivo desejo
    É sonho bom que não se desfaz.

    Beijo do Vampiro!

    ResponderExcluir
  7. Tatha,

    ...e bota caliente nisso! rs

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir
  8. Lua,

    Há que ser delicado, para que seja verdadeiro.

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir
  9. Reggina,

    Os dois de férias... tinha que dar nisso.

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir
  10. Sonhadora,

    Um tango vai bem nessa hora.

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir
  11. Feiticeira,

    Então que neste templo e neste retiro haja sempre orações em nome do Amor.

    Que bom que estás aqui!

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...