terça-feira, 24 de agosto de 2010

Casual

Eram quatro, eu vi, com certeza
Dois homens e duas mulheres
Brindando em volta da mesa
Uma bebida que eu não conhecia
Absinto misturado com desejo
Paz, amor e alegria.
As duas pareciam magas
Com olhares distante cativantes
E os dois pareciam jogadores,
Ou talvez dois francoatiradores
Fúria no morro dos ventos uivantes.
Eram quatro se amando no escuro
Em noite calma de brisa leve.
Enquanto a lua, cheia de graça
Fazia seu especial papel
De passar iluminando o céu
Testemunha dos dois casais
Que depois daquela noite
Talvez não se vissem mais.

16 comentários:

  1. Querido Poeta,

    Eram quatro com tesão
    Corpos sedentos de paixão
    Embriagados pelo mesmo vinho
    Que acelerava o coração
    Entre toques,beijos e carinhos
    Faiscas de sedução
    Eram quatro jogando o mesmo jogo
    Se queimando no mesmo fogo
    Ardendo no mesmo vicio
    Galopando em tesão e malícia
    Rebolando em mar salgado
    De um segredo que bem guardado

    Entre o corpo sem roupa e suado fervendo
    Latejando do avesso da pele
    Era quatro se entregado
    Talvez não se voltassem a ver
    Mas no momento a lua testemunhava
    Mumurios loucos
    Numa deliciosa mistura
    Gozo de uma dança sensual de amantes

    Meu querido amigo. já andava com saudades de vir aqui na minha madrugada e te ler

    Que quatro, mistura de paixão, se o gozo foi bom, então deixamos la eles gozar e viver.;)

    Mil beijos
    Rachel

    ResponderExcluir
  2. Alcides

    Muito bem, belo reflexo da realidade: a fragilidade e a casualidade dos relacionamentos.

    "talvez não se vissem mais"


    =)

    ResponderExcluir
  3. Meu querido amigo

    Absinto misturado com desejo.

    Um ingrediente para uma noite a raiar a loucura.
    Lindo como sempre.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  4. A sedução na magia da palavra...

    L.B.

    ResponderExcluir
  5. ALCIDES,

    ESSE É O MODO MODERNO E CONTEMPORÃNEO QUE MUITOS ENCONTRAM PARA VIVEREM SEUS RELACIONAMENTOS...EU AINDA SOU MAIS "DAS ANTIGAS"...MAS TODA FORMA DE AMOR VALE A PENA...RS

    UM BEIJO E BOA TARDE!

    REGGINA MOON

    ResponderExcluir
  6. Meu amigo Alcides,
    Minha Palavra Mágica...

    :))))Só me vêm uma ideia á cabeça....
    Que grande bacanal!!!!:))))
    Amigo não me leve a mal....realmente a realidade hoje em dia se banaliza com a brevidide de certos momentos.

    Bjinho cheio de luar

    ResponderExcluir
  7. Rachel,

    Não sou adepto a sexo casual. Gosto muito de sexo com muito amor, mas só com a Beatriz, faz tempo, mas penso como você, se foi bom, então que vivam felizes, é só saber se cuidar.

    Um beijo!
    Alcides

    ResponderExcluir
  8. Tatha,

    "talvez não se vissem mais"

    Me lembro da moça chamando o rapaz pelo apelido, dizendo "fulano", como é mesmo o seu nome?

    Críticas à parte, fico com uma frase do Drummond: "Eta vida besta, Meu Deus!"

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir
  9. Sonhadora,

    Se o absinto já é mágico, misturado com desejo então...

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir
  10. Lídia,

    Envolver-se na sedução é meio caminho andado para uma nova oportunidade.

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir
  11. Reggina,

    Eu também sou "das antigas", mas se a eles faz bem, que mal tem? rs

    Um beijo!
    Alcides

    ResponderExcluir
  12. Moonlight,

    Penso que esses relacionamentos são a busca do prazer pelo prazer. Isso é muito gostoso, mas falta alguma coisa.

    Um beijo!
    Alcides

    ResponderExcluir
  13. Tirando o absinto, que é uma bebida que não me agrada, uma cena interessante de ser vista. E muito bem descrita.
    Agora, como um romântico incurável que sou, fica o desejo de que fosse algo mais que amor de balada, ou amor de uma noite só...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Alcides,

    Te desejo um lindo final de semana!!

    Grande beijo!

    Reggina Moon

    ResponderExcluir
  15. Pensador,

    O absinto é invenção desse poeta louco, não faz parte da cena real.

    Quanto ao seu desejo de que fosse algo mais que amor de balada, é o meu desejo também. Penso que os relacionamentos hoje em dia estão muito banalizados, mas como disse a Reggina Moon: "toda forma de amor vale a pena". Se foi bom para eles...

    Um abraço!
    Alcides

    ResponderExcluir
  16. Reggina,

    Desejo mais que o mesmo para você!

    Um grande beijo!
    Alcides

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...