segunda-feira, 25 de março de 2013

Querendo chamar sua atenção

















Tenho em seus braços meu porto seguro
E em seus olhos meu farol no escuro
Sou barco frágil a deriva
Que você em sua mão cativa.
Sou palavra embriagada
Pronunciada em noites de frio
No seu ouvido, que atento escuta
E não censura tal desvario.
Sou rosa sem botão e sem espinho
Cada vez mais longe de mim
Lhe implorando para deixar
Que me plante em seu jardim.
Em noite vazia sou lua cheia
Esperando que você me olhe
Com olhos felizes de quem semeia
Na certeza de que um dia colhe.
Sou vento de maio em sua janela
Balançando no quarto as cortinas
Derrubando os cristais pelo chão.
Na verdade sou só um poeta
Querendo chamar sua atenção.

                                                                         (Alcides Vieira)


14 comentários:

  1. oi meu amigo,

    e quanto sentimento verdadeiro,
    carrega o coração de um poeta...
    lindo esse amor...

    beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me lembrei do Pessoa, Rô: o poeta "chega a fingir que é dor a dor que deveras sente".

      Beijos!

      Excluir
  2. Somos poetas, e ansiamos por mais, e queremos dizer mais e as palavras simplismente se perdem em doces encantos pelo mundo afora!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estrela,

      Quando as palavras se perdem mundo afora é muito bom. O difícil é quando não encontramos palavras para expressar tanto encanto.

      Beijo!
      Alcides

      Excluir
  3. Não fosse o poeta tão doce e lindo, fechou com chave de ouro a música que marcou minha vida. Adorei e vou voltar sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode voltar Maria, será um prazer recebê-la sempre aqui.

      A música é uma das minhas preferidas.

      Beijo meu!
      Alcides

      Excluir
  4. Coelhinha da Páscoa que trouxe pra ti, um ovo, dois ovos, tres ovos assim...
    Serve chocolate?É que nao achei abacaxi!rsrs´

    Senti saudades de te ler e hoje passo para deixar um forte e carinhoso abraço e os votos de que a sua Páscoa seja linda e recheada de coisas boas!

    PS:Deixei um recadinho a todos os amigos lá no comentário do bloguito!

    Beijo enorme até!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coelhinha da Páscoa,

      Nesta Páscoa, para você não engordar
      Vou mandar de presente um quilo de aspargo
      Mas também, só para te agradar
      Te mando um grande ovo de chocolate meio amargo.

      Também desejo que sua Páscoa seja cheia de Paz e Luz, afinal, Ele ressuscitou!!

      Beijo!

      Excluir
  5. Querido Alcides!

    Agora sim, voltei para falar do seu lindo post!
    É que quando passei estava com problema no som do pc entao nao consegui ouvi a musica. Agora esta ok!

    Bom, do seu poema, o que dizer?
    "Em noite vazia sou lua cheia
    Esperando que você me olhe"
    Que doce lirismo e linda inspiração!

    Da musica também não posso dizer diferente:
    Uma linda poesia cantada!

    Delicia te ler, amigo poeta.
    Passo em breve.

    Beijos saudosos!


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu Maravilha,

      Saudade das nossas conversas, mas feliz pelos seus dias de férias. Como eu disse, você merece!

      Sobre o post... a imagem, o poema e a música ficam mais bonitos com a presença de pessoas maravilhosas como você!

      Beijo meu!

      Excluir
  6. Uma Páscoa de muita alegria, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo de bom pra você também, Lisette!

      Beijo!
      Alcides

      Excluir
  7. Ser tudo, num tudo, dedicado ao amor.
    :)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...