terça-feira, 2 de julho de 2013

Procurando estrelas mortas


Eu queria olhar teus olhos
E ler neles a resposta
À pergunta que nunca fiz,
Mas está evidente nos meus.
Sigo cego a tua estrada
Sem arco íris nem flores
Emudeço e choro escondido
Vendo que cais distraídas
Mas nunca pedes ajuda.
Te levantas e segues adiante
Como nunca houvesse queda
Nem trevas, nem curvas, nem pedras.
Continuas teus passos firmes
Como se não houvesse nada.
E eu em silencio te olho de longe
Qual menino na vitrine
Vendo balas e chocolates
Com os bolsos e as mãos vazias.
Eu procuro nos teus olhos
Um sol que abra todas as portas,
Mas você vive sonhando
Observando o infinito,
Procurando estrelas mortas.

(Alcides Vieira)

16 comentários:

  1. oi Alcides,

    em um dia qualquer
    esses olhares vão se cruzar,
    e o sol vai refletir em cada olhar...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo o teu poema,eu me encantei com tuas palavras. Mil beijinhos e fica com deus!! http://mafaldinhaarte.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pela visita Mafalda. Volte sempre que desejar! Em breve te visito.

      Beijo!

      Excluir
  3. O CAVALEIRO NEGRO. veio a este blog a saber as novidades. Profundo este poema e sabias as palavras. Parabens. Seu blog permanece criativo . Apareça quando puder no meu e deixe seu recado. www.ocavaleironegro.zip.net .Fica em paz. bye

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita Luiz. Em breve eu passo para ver o Cavaleiro Negro.

      Um abraço!

      Excluir
  4. Triste deve ser o olhar que procura estrelas mortas...
    Ainda bem que ha passos firmes nesta estrada os quais dão certeza que as estrelas sempre voltam a brilhar nos tristes olhos em direção ao infinito.

    Devaneei em teus lindos versos!

    Grande beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teus devaneios foram pertinentes amiga Lu Maravilha. Seu comentário nos remete ao início do poema. Muito interessante.

      Beijo meu!

      Excluir
  5. Belo! Lindas palavras de um amor de sonho...do menino que ainda existe em ti.Parabéns!E Najs Tuke pela visita ao ALMA CIGANA! Beijos perfumados de madressilvas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga Cezarina,

      Belas e carinhosas são as suas palavras. Obrigado!

      Beijos com flores de inverno!

      Excluir
  6. Todos os dias Deus nos dá um momento em
    que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes.
    Que um sim ou um não pode mudar toda a nossa existência.
    E muitas vezes perdemos tanto do foco da vida,
    que não enxergamos nem entendemos ,
    que Deus tem um proposito para cada um de nós.
    Um pouco triste?:Sim: mas creio na grande mudança ,
    que Deus esta preparando para mim.
    A você meu carinho obrigada por fazer parte
    de todas as mudanças boa ou não continuas
    caminhando comigo.
    Um final de semana abençoado.
    Beijos no coração afagos na alma.
    Evanir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evanir,

      Caminhamos juntos nessa estrada preparada por Deus.

      Beijo, paz e luz!

      Excluir
  7. Boa tarde, Alcides. Belo poema. Se perguntasse, talvez tivesse dos lábios, dos olhos, do encanto no olhar, as respostas.
    Nada deve se calar mediante ao desejo.
    A observação apenas pode ser muito infeliz e um caminho sem volta pelo simples fato de não ter tentado ao menos!
    Beijos na alma e excelente fim de semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Patrícia,

      E pode ser que a resposta até tenha sido dada, mas a cegueira da alma muitas vezes impede a gente de ver muita coisa boa.

      Beijo!

      Excluir
  8. Olá, estou passando para parabenizar seu Blog. Gostei muito da atmosfera daqui. Se quiser, dê uma conferida no meu. Obrigada!
    http://madamshadow.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Obrigado Ariane!

    Volte sempre que quiser. Aqui o espaço é acolhedor. Em breve eu passo para te visitar também.

    Beijos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...